Archive for the medo Category

Sobre a questão do MEDO

Posted in medo with tags , , , , , , , , , , on março 18, 2016 by carl1ike

medo ok

QUESTÃO: Bhagavan, porque sofremos do medo e como podemos nos libertar dele?

“O medo está no centro da existência humana. Ele age como estímulo de todas as outras emoções.

A Natureza, o Universo, projetaram o medo para assegurar a sobrevivência física.

O cérebro inferior ou o cérebro do réptil é responsável por produzir uma reação de luta ou de fuga cada vez que há perigo para sobrevivência física.

À medida em que as civilizações cresceram, as sociedades prosperaram, a vida das pessoas tornou-se segura. A ameaça à sobrevivência física diminuiu.

Daí em diante, o foco mudou para o campo psicológico.

Então surgiu a mente com forte sentido de identidade individual, criando a territorialidade e divisão entre o “Meu e o “Não Meu”.

A mente humana é um mecanismo de sobrevivência, ganhou impulso com o medo como epicentro.

Quase todas as atividades da mente podem ser decifradas desse medo de sobrevivência.

É a mãe de todas as emoções.

Se observamos a raiz do ódio, é o medo de ser dominado ou esmagado que se manifesta como repulsão em relação a alguém.

A inveja, por outro lado, é o medo de ser ultrapassado em uma corrida.

Você se torna violento quando está inseguro ou quando sua estrutura psicológica está ameaçada por uma pessoa ou situação.

Culpa, é o medo de perder a boa imagem que exibe de si mesmo.

As feridas ou dor são, novamente, o medo de perder o amor, o medo de ser rejeitado quando percebe que é um “senhor ninguém” aos olhos de outra pessoa.

Conforme sua consciência cresce sobre o medo, fica claro que é uma mera projeção.

Não há nenhuma verdade.

A mente projeta uma identidade inexistente e luta por protegê-la.

É como um cego buscando um gato negro em um quarto escuro que não existe.

A mente embarcou em uma missão impossível, pois nunca chegará a um estado em que atinja a completa segurança.

Quando você se torna consciente de que o medo é uma mera projeção da mente, então você perde o medo do próprio medo.

O medo não pode ser resolvido; tem de ser dissolvido.

O medo não tem uma significância maior; não tem significado, a menos que você dê.

O entendimento intelectual fracassa ao tentar ajudar na eliminação do medo porque desafia a lógica.

Quando termina todo esforço para entendê-lo você o experienciará totalmente, e isso é liberdade.”

– Sri Bhagavan

Anúncios

Reativando o PODER Interior – algumas informações importantes

Posted in Carne vermelha e Açúcar branco - malefícios, expansão da consciência, medo, Poder Interior - reativação, Remédios alopatas - malefícios, Uncategorized with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on abril 15, 2010 by carl1ike

Existem estudos que dizem que estamos desconectados da Energia do Universo, do prana, disponível à todo ser vivente, não apenas a nível psicológico, mas, também físico.  98% por cento da humanidade é destra, e como se sabe, o hemisfério cerebral que governa este lado é o esquerdo: racional, técnico, material, analítico, dual, regido pelas ondas de frequência beta, que nos deixam ansiosos, agitados, estressados, com pensamentos incessantes que geram o medo. É pelo chacra coronário, ou da coroa, da cabeça, que nos conectamos com a Energia Universal, essencial para o nosso equilíbrio mental, espiritual  e físico. O hemisfério direito do cérebro governa: a intuição, a sensibilidade, a criatividade, a arte, o sentimento, a meditação, regido pelas ondas alpha, teta e delta, que nos proporcionam descanso, tranquilidade, harmonização. Pelas estatísticas, apenas 2% da humanidade utiliza o hemisfério direito. O natural seria a integração desses dois hemisférios para um total funcionamento de cérebro. Esses estudos nos dizem que quando ingerimos: carne vermelha, açúcar branco, sal refinado, conservantes, estabilizantes, bebidas alcoólicas, refrigerantes, remédios alopatas, fumo, cafeína, etc, cria-se internamente uma couraça que nos impede fisicamente de sintonizarmos e recebermos as energias vitais do Universo, os sinais de nossa própria intuição, a frequência da Natureza, pois, vibramos numa frequência densa, com todos os nossos chacras desalinhados e dessa forma, o nosso desenvolvimento espiritual, a nossa expansão de consciência fica totalmente comprometida, gerando doenças, principalmente o câncer. Se temos interesse em alterar essa situação em nossas vidas, podemos agora, de forma deliberada, fazermos uma outra escolha que nos leve a procurar alternativas mais saudáveis e integradas como: ingerir alimentos naturais, evitar o consumo excessivo de carne vermelha, açúcar branco, álcool, estimulantes químicos, fumo, etc. Muito gente pode achar que isso significa abrir mão dos prazeres da vida, mas, se esse tipo de prazer causa-nos tanto malefício, talvez seja importante trilharmos outros caminhos. É interessante notar que cada vez mais, existe a preocupação com uma vida saudável, natural, isso certamente é fruto de um maior número de pessoas que estão procurando alternativas tais como: vegetarianismo, meditação, yoga, paz de espírito, e espiritualidade. Vemos muita gente rejeitando o uso indiscriminado de remédios alopatas, da medicina convencional, da vida sedentária, etc, que são processos que nos mantém alienados, como zumbis. Alterando-se esse quadro, a ativação de nosso Poder interior torna-se mais viável e consequentemente, abrimos um leque de oportunidades, que antes, nos pareciam totalmente inviáveis de usufruírmos, como por exemplo: a realização concreta de nossos desejos, a criação deliberada de nossos destinos, o desenvolvimento de nossos potenciais, o equilibrio e a estabilidade em nossas vidas, só para citar alguns benefícios.