Arquivo para exclusão

Um presente muito especial para as nossas almas !

Posted in Toda criança é especial with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on junho 1, 2012 by carl1ike

Olá pessoal, hoje, dia 01 de junho, o dia do meu aniversário, gostaria de compartilhar com vocês um verdadeiro presente para as nossas almas. Trata-se do filme: “Como Estrelas na Terra – Toda Criança é Especial” do diretor Aamir Khan e do roteirista Amole Gupte, que conta a estória de um garoto rejeitado pela família e pela sociedade por não conseguir ser como os outros, por ter dificuldade em aprender. Isolado e deprimido, ele começa a mudar qdo da chegada à escola de um professor temporário, que percebe que o menino sofre de dislexia.

A atenção, a dedicação e o respeito pelo garoto dado pelo novo professor, auxiliam o menino a se tornar o ser especial que ele sempre foi, compartilhando com todos os seus talentos, há muito soterrados pela repressão, pela cobrança excessiva e desumana, pelo foco exagerado na racionalidade em detrimento do sentimento, do coração e da intuição.

Este filme, não trata apenas de um professor excepcional e seu pupilo, de educação, mas, sim, em uma análise mais profunda, da maneira como nos tratamos interiormente, emocionalmente, psicologicamente, pois, todos os personagens, em última instância, são nossas próprias projeções, são nossa própria criação retratados no papel do pai incompreensível e radical, da mãe omissa, dos professores da escola que fazem o jogo do sistema, sem ao menos questioná-lo, da insensibilidade dos que o rodeiam, da repressão qto aos talentos e diferenças inatas de cada um de nós.

Analogamente, não seríamos todos disléxicos emocionalmente, internamente, psicologicamente no trato conosco mesmos ? O filme é tão precioso, por nos revelar este massacre interior que nos auto inflingimos, nos reprimindo, abafando o que há de mais precioso em nós mesmos, nos fazendo sofrer ao ponto de não termos mais vontade de viver, porém, ele sabiamente nos mostra que se tivermos a coragem e o comprometimento de nos libertarmos destes conceitos limitadores e castrativos, o que podemos esperar de nós mesmos, irá nos surpreender enormemente, assim como à todos que nos rodeiam…

Para assistir ao filme, veja o link:

http://www.youtube.com/watch?v=Xvbs8sLQWQ8

Resgate o que há de melhor em vc mesmo.

abs,

Carl

Anúncios

Uma Nova Luz nos Conflitos Familiares

Posted in A Cura dos Conflitos Familiares with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on agosto 14, 2011 by carl1ike

“Por que há famílias que se dão muito bem, enquanto que em outras estão sempre em pé-de-guerra, um verdadeiro barril de pólvora, prestes a estourar a qualquer momento?
Muitos acreditam que família é o resultado de um mero encontro fortuito, onde seus membros estão juntos por acaso. Acreditam, portanto, que uma família que se dá bem e o ambiente em geral é harmonioso, é porque os seus membros são pessoas sensatas, equilibradas e civilizadas; agora, se o ambiente familiar é carregado de conflitos, brigas constantes, pautadas na maior parte do tempo em agressões, desrespeito e desentendimentos, é porque essa família é imatura e desequilibrada.

Tais explicações em parte fazem sentido, mas, ainda assim, é um pensamento reducionista e simplista. Por isso, é preciso ampliar a visão de família dentro de uma ótica reencarnacionista.

Não foi por acaso que o grande médium Chico Xavier afirmou: É nas famílias onde costumam se reunir os inimigos do passado. Ao usar a expressão inimigos do passado, ele estava se referindo aos desafetos de outras encarnações os quais prejudicamos.

 
Neste aspecto, a família não é o resultado de um mero encontro fortuito, onde todos estão juntos por acaso. E não é por acaso também que ocorrem conflitos, discórdia no lar.
Na verdade, todos estão juntos por afinidades cármicas, ou seja, por terem se prejudicado numa existência passada. Desta forma, a família atende a uma finalidade clara que é proporcionar a todos um aprendizado, uma grande oportunidade – através da convivência – de transformar laços de ódio em amor.”

extraído dos comentários do Dr. Osvaldo Shimoda, criador da TRE (Terapia Regressiva Evolutiva) A Terapia do Mentor Espiritual