Arquivo para loucura

Como encontrar a saída do labirinto que a vida se tornou?

Posted in Star People - Gente das Estrelas with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on junho 17, 2019 by carl1ike

images (9)

Nossa mente com seus pensamentos é regida por sentimentos, que produzem uma poderosa energia, seja positiva, negativa ou neutra. Como a maioria das pessoas, ao longo de suas vidas tentam evitar e reprimir o que sentem por achar este sentir muitas vezes doloroso demais, a energia reprimida se acumula e busca expressão através de problemas psicossomáticos, desordens corporais, doenças emocionais e comportamentos disfuncionais, que geram ainda mais sofrimento.

Quando a energia é gasta com o passado ou com o futuro, bombardeando-se a mente com infinitos pensamentos, muitas vezes inúteis, cria-se um mundo mental virtual, que achamos ser a realidade e desta forma nos desconectamos da fonte, do agora e ficamos enredados no ego, no eu inferior, na ilusão, que vibram no medo, na falta, na escassez, na obsessão e na loucura. Como se isso não bastasse, os sentimentos acumulados bloqueiam o desenvolvimento mais amplo de nossa  visão, percepção e existência e consequentemente o acesso a energia inesgotável da vida, que nada mais é do que o nosso poder interior conectado ao poder do Todo, que poderia fornecer as soluções desejadas, caso não estivesse nublado pela negatividade.

Se observarmos a vida média do ser humano, ela é gasta na maior parte do tempo tentando-se escapar, evitar a turbulência interna do medo e ameaça constante de miséria, falta e fracasso.

Existe porém um simples método para se ter clareza e superar os conflitos durante o caminho. Não se trata de encontrar as respostas, mas de se desfazer os bloqueios e a base dos problemas, para que o fluxo da vida possa fluir integralmente através de nós.

Clique no link abaixo para ter uma dica por onde seguir e o que fazer 😊:

👇👇

Lembrando quem somos 

 

Desespero

Posted in Desespero with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on março 28, 2013 by carl1ike

imagesMuita gente hoje em dia está desesperada. A fonte de todo o desespero são os pensamentos negativos, que inundam a mente da pessoa e, que nesse turbilhão de medo, ansiedade e angústia, envolvem o indivíduo de maneira sombria, levando-o a acreditar que não existe saída para a sua situação, que o que ele percebe com suas lentes distorcidas é a realidade final, absoluta e imutável.

O desespero muitas vezes leva ao suicídio, à mutilação, à loucura, à agressão e ao total desequilíbrio de nossas faculdades mentais e emocionais. Porém, o desespero é apenas fruto do pensamento, que embalado em negatividade por nossas emoções, e nutrido pela nossa identificação total com a mente, gera este cenário negro insolúvel.

O grande antídoto contra o desespero é não nos identificarmos com a nossa mente, com os nossos pensamentos, com a situação difícil pela qual estamos passando. Ao invés de focarmos nossa atenção na mente, devemos transferir este foco para o coração. O coração é o nosso verdadeiro guia, nele não existe tormento, passado ou futuro, frustração ou euforia, apenas a indicação exata do que estamos sentindo agora, seja bom ou mal.

Nossa sociedade acredita que a mente é tudo, que tudo se baseia e vem dela, todos os investimentos são feitos para que nossa mente seja cada vez mais acessada, estimulada, desenvolvida, ampliada, para que cada vez mais fiquemos ligados à ela ininterruptamente, quando na verdade, o processo deveria ser exatamente o inverso, de nos distanciarmos cada vez mais, de darmos cada vez menos atenção à ela, de investirmos cada vez menos nossa atenção nesta função que serve apenas como um coadjuvante e nunca como o comandante de nossas vidas.

Na medida que transferimos nossa atenção para o coração, que é o verdadeiro centro de toda a nossa sabedoria e conexão com o ilimitado, percebemos instantaneamente que nossos sentimentos, emoções e equilíbrio interior voltam a se harmonizar naturalmente. Portanto ao invés de dar corda à sua mente, aos seus pensamentos, de toda a atenção ao seu coração. Não é à toa que a mente se chama mente, porque ela…