Arquivo para paz de espírito

Qual é o sentido da vida ?

Posted in O sentido da vida with tags , , , , , , , , , , , , , , on maio 11, 2010 by carl1ike

Essa talvez seja uma das perguntas mais frequentes entre nós, principalmente quando atingimos um estágio de evolução em que precisamos de repostas que nos norteiem, que nos mostrem qual a direção à seguir. Certamente existem várias respostas, mas, sem dúvida nenhuma nascemos para realizarmos nossos desejos, qualquer tipo de desejo, dos mais fúteis aos mais nobres e quando não os realizamos, essas memórias de que não conseguimos, de que não podemos, ou de que não somos merecedores, ficam registradas nas estrelas, ou para ser mais preciso, na Lua, pois, é ela quem armazena todas as nossas negações, todos os nossos registros de fracasso e derrota e quando morremos, esses registros ficam lá, aguardando a próxima encarnação para serem novamente colocados em cena e resolvidos. Quando reunimos forças suficientes que nos conduzem à realização desses desejos, toda essa negatividade contabilizada na Lua vai se dissolvendo e conforme atingimos a satisfação desses desejos, ao contrario do que achamos, não geramos ainda mais desejos que sejam infindáveis, mas, vamos nos tranquilizando internamente e gradativamente ficamos livres de desejos, como os povos indígenas, que vivem no fluxo do presente sem acumularem toda essa negatividade. O resultado disso é ficarmos cada vez mais leves, mais livres. Porém, isso não quer dizer que ter desejos e querer realizá-los seja ruim, ao contrário, a realização dos desejos é muito salutar e tem o poder de gerar e libertar energias que dificilmente temos consciência de sua existência. Portanto, quanto mais você se realizar, quanto mais satisfizer seus desejos, mais essa realização gerará ondas internas de felicidade, de libertação, de saciedade e paz. Então, não se esqueça que o sentido da vida é a realização de nossos desejos e isso gera muita positividade…

Anúncios

Reativando o PODER Interior – algumas informações importantes

Posted in Carne vermelha e Açúcar branco - malefícios, expansão da consciência, medo, Poder Interior - reativação, Remédios alopatas - malefícios, Uncategorized with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on abril 15, 2010 by carl1ike

Existem estudos que dizem que estamos desconectados da Energia do Universo, do prana, disponível à todo ser vivente, não apenas a nível psicológico, mas, também físico.  98% por cento da humanidade é destra, e como se sabe, o hemisfério cerebral que governa este lado é o esquerdo: racional, técnico, material, analítico, dual, regido pelas ondas de frequência beta, que nos deixam ansiosos, agitados, estressados, com pensamentos incessantes que geram o medo. É pelo chacra coronário, ou da coroa, da cabeça, que nos conectamos com a Energia Universal, essencial para o nosso equilíbrio mental, espiritual  e físico. O hemisfério direito do cérebro governa: a intuição, a sensibilidade, a criatividade, a arte, o sentimento, a meditação, regido pelas ondas alpha, teta e delta, que nos proporcionam descanso, tranquilidade, harmonização. Pelas estatísticas, apenas 2% da humanidade utiliza o hemisfério direito. O natural seria a integração desses dois hemisférios para um total funcionamento de cérebro. Esses estudos nos dizem que quando ingerimos: carne vermelha, açúcar branco, sal refinado, conservantes, estabilizantes, bebidas alcoólicas, refrigerantes, remédios alopatas, fumo, cafeína, etc, cria-se internamente uma couraça que nos impede fisicamente de sintonizarmos e recebermos as energias vitais do Universo, os sinais de nossa própria intuição, a frequência da Natureza, pois, vibramos numa frequência densa, com todos os nossos chacras desalinhados e dessa forma, o nosso desenvolvimento espiritual, a nossa expansão de consciência fica totalmente comprometida, gerando doenças, principalmente o câncer. Se temos interesse em alterar essa situação em nossas vidas, podemos agora, de forma deliberada, fazermos uma outra escolha que nos leve a procurar alternativas mais saudáveis e integradas como: ingerir alimentos naturais, evitar o consumo excessivo de carne vermelha, açúcar branco, álcool, estimulantes químicos, fumo, etc. Muito gente pode achar que isso significa abrir mão dos prazeres da vida, mas, se esse tipo de prazer causa-nos tanto malefício, talvez seja importante trilharmos outros caminhos. É interessante notar que cada vez mais, existe a preocupação com uma vida saudável, natural, isso certamente é fruto de um maior número de pessoas que estão procurando alternativas tais como: vegetarianismo, meditação, yoga, paz de espírito, e espiritualidade. Vemos muita gente rejeitando o uso indiscriminado de remédios alopatas, da medicina convencional, da vida sedentária, etc, que são processos que nos mantém alienados, como zumbis. Alterando-se esse quadro, a ativação de nosso Poder interior torna-se mais viável e consequentemente, abrimos um leque de oportunidades, que antes, nos pareciam totalmente inviáveis de usufruírmos, como por exemplo: a realização concreta de nossos desejos, a criação deliberada de nossos destinos, o desenvolvimento de nossos potenciais, o equilibrio e a estabilidade em nossas vidas, só para citar alguns benefícios.